Bem estar

Placa bacteriana x tártaro: causas e diferenças

Smiling young man sitting in dentist chair while doctor examining his teeth

A má higiene bucal ocasiona o acúmulo de placa bacteriana e tártaro nos dentes, podendo levar ao aparecimento de diversas doenças bucais. 

O que vem a ser a placa bacteriana? Você sabe a diferença? Muitas pessoas não conseguem fazer a diferenciação desses dois problemas bucais, posso garantir que são formados por restos de alimentos, mas existem diferenças.

O acúmulo de placa bacteriana leva ao tártaro e, consequentemente, promove outras doenças bucais como cárie, gengivite e periodontite. 

É importante passar periodicamente em consultórios odontológicos para avaliação odontológica, e a limpeza profissional (profilaxia), com isso a formação de tártaro será eliminada, evitando doenças bucais. 

O que é placa bacteriana? 

A placa bacteriana é uma camada invisível amarelada e mole que se forma sobre os dentes, próximo da gengiva.

Geralmente essa placa que também é chamada de biofilme  e é formada a partir de restos alimentares. A sensação que se dá ao ter esse problema é de estar com os dentes sujos e porosos. 

A placa bacteriana tem bactérias capazes de mudar o pH dos dentes, isso porque ela fermenta o açúcar que vem dos alimentos e pode se infiltrar dentro da dentina, fazendo com que surjam cáries. 

É essencial após todas as refeições e, principalmente, antes de dormir, escovar bem os dentes, fazendo uso de fio dental. Assim, a placa bacteriana é retirada evitando que ela se torne tártaro.

O que é o tártaro?

O tártaro é formado a partir da placa bacteriana que após ficar muito tempo em contato com a saliva tende a endurecer, ficando colado nos dentes, e não sai nem mesmo com a escovação. 

Para removê-lo é necessário ir ao dentista para fazer uma limpeza profissional – profilaxia – com isso, ele será removido, deixando os dentes com aspectos saudáveis novamente. 

O acúmulo de tártaro dental pode levar a diversas doenças bucais que podem prejudicar a saúde e bem estar do indivíduo, entre as principais estão: 

  • Cárie;
  • Gengivite;
  • Periodontite; 
  • Perda de dentes. 

Para entender melhor cada um dos tópicos levantados, leia mais abaixo:

Cárie 

A cárie acomete pessoas pelo mundo todo e suas causas estão relacionadas com a má alimentação, feita com alimentos ricos em açúcar e acidez, levando à deterioração dos dentes. 

O tártaro é um dos principais fatores para gerar cáries, pois sua camada dura e espessa leva a infecções bucais, e prejudica a dentina. 

Surgindo com manchas esbranquiçadas, ela passa a escurecer se tornando acastanhada a preta, essa reação faz com que os dentes fiquem com um buraco devido às bactérias, podendo causar dores e muitas vezes a inflamação da polpa dentária – pulpite tendo que ir ao um dentista que faz tratamento de canal para retirar a polpa inflamada. 

Gengivite

A gengivite é causada pelo acúmulo de tártaro que faz com que a gengiva tenha uma inflamação, levando a sangramentos ao escovar os dentes e passar o fio dental, trazendo incômodo ao paciente, além da sensibilidade nos dentes.

Por isso é tão importante estar realizando consultas periódicas com um dentista especialista em gengiva, e fazer a profilaxia dentária para evitar que o tártaro leve a outras doenças.

Periodontite 

Essa doença é causada após a complicação da gengivite, ou seja, caso não for feito um tratamento correto para a retirada do tártaro e a escovação diária, a gengivite passa para o periodonto – ossos, ligamentos e tecidos que revestem a gengiva – levando a complicações sérias. 

Com isso o sangramento fica mais evidente até fora do período de escovação, levando a extrema sensibilidade dental. 

É imprescindível fazer uma consulta com um dentista periodontia para fazer um tratamento adequado e evitar as complicações que levam a perda de dentes.

Perda de dentes 

A perda de dentes está relacionada a má higiene bucal, problemas de doenças sistêmicas, mas na maioria das vezes é causado pelo tártaro que leva a outras doenças bucais que geram a perda dentária.

Qual a diferença entre tártaro e placa bacteriana?

Como falamos anteriormente, a placa bacteriana é uma placa amarelada e mole que fica entre os dentes e que pode  ser removida pela escovação comum.

Já o tártaro é formado após muito tempo de placa bacteriana que leva ao seu endurecimento. 

O tratamento para cada um é a partir de escovação diária e correta e consultas periódicas no dentista para fazer a limpeza dental profissional.

Qual a forma de prevenção?

Para fazer a prevenção da placa bacteriana e tártaro é imprescindível realizar escovação após todas as refeições utilizando uma escova de cabeça pequena e cerdas macias para alcançar todas as extremidades dos dentes. 

Fazer uso de pasta dental com flúor, uso de fio dental que retira todo o acúmulo de alimentos que a escova não alcança, e fazer a profilaxia dental de seis em seis meses com um dentista de confiança. 

Caso possua aparelho ortodôntico seja aparelho transparente ou fixo, a higiene bucal deve ser redobrada para um melhor tratamento e evitar complicações bucais.

Conteúdo originalmente desenvolvido pela equipe do blog Qualivida Online, site no qual é possível encontrar diversas informações e conteúdos sobre os cuidados com a saúde física e mental.

Veja outros conteúdo e dicas

Qual a sua reação?

Animado
0
Feliz
0
Apaixonado
0
Mais ou menos
0
Empolgado
0

Você pode gostar

Leave a reply

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Mais em:Bem estar